O troco de Dilma Rousseff.

Do Blog do Paulinho | www.midiasemmedia.com.br/paulinho

Dilma Rousseff não queria manter Orlando Silva Junior como Ministro do Esporte.

Simplesmente não o suporta.

E tem motivos para isso.

O Ministro, desde o início do Governo Lula, tratava a atual presidente com absoluto desrespeito, quando nem imaginava que ela seria candidata ao cargo que hoje ocupa.
Bajulava, é claro, todos os que eram conside-rados próximos do poder.

A atual presidente foi obrigada a engolir Orlando Silva, novamente no cargo, por imposição do PCdoB, que pressionou seu partido, o PT, pelos motivos que todos nós sabemos bem quais são.

Acreditavam os “comu-nistas” que a escolha da APO (autoridade pública olímpica) cairia natu-ralmente nas mãos do ocupante do cargo.

Não caiu.

Dilma deu o tão sonhado troco no desafeto.

Ao escolher Henrique Meirelles, ex-Banco Central, para ser a APO, deixou não só o atual Ministro como também o presidente do COB, Carlos Nuzman, de cabelo em pé.

Terão mais dificuldades do que facilidades na “árdua” missão de repetir os desmandos que ocorreram quando do Pan do Rio.

Meirelles poderá entrar para a história como o homem que conseguiu impedir um grande e previsto assalto aos cofres públicos.

E que não fique apenas na prevenção, mas que puna severamente os que ousarem tentar.

Se realmente isso vier a acontecer – estaremos não só torcendo, como fiscalizando – Dilma, sem dúvida, terá marcado o primeiro gol de placa da sua gestão.
Que venham outros, daqui por diante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: