Escola do Parque América tem parte construída em Santo André

Vereadores de Santo André dizem não saber do caso e pedem explicações ao executivo.

Uma séria polêmica levantada há mais de um mês pelo Jornal A Tribuna da Serra, em pouco tempo causou um grande movimemtação nos bastidores do Poder Público.

O caso é que a Escola Municipal, considerada como modelo inédito na região, por agregar conceitos de sustentabilidade e respeito ao Meio Ambiente, está sendo construida na Av. Marechal Rondon e, de acordo com as informações, parte da construção é em território de Santo André.

A escola do Parque América, ainda em construção (foto arquivo) ainda gera dúvidas, pois ainda não houve doação da área em definitivo.

O Jornal entrou em contato por diversas vezes com a Prefeitura de ambos municípios, porém devido a complexidade do caso, não obteve resposta.

No dia seguinte, em uma sessão da Câmara dos Vereadores, “surgiu” a pauta proposta pelo vereador Valdir Marques, da base do Prefeito, solicitando providências para que fosse feito uma nova medição na divisa de Rio Grande da Serra com Santo André, local onde há o impasse. Porém, ainda na mesma sessão, surgiram representantes da Secretaria de Obras e da Secretaria de Assuntos Jurídicos onde, discretamente, entregaram ao vereador Clodoaldo um documento que foi apresentado ao público, onde dizia conter uma decisão judicial autorizando a obra da Escola, confirmando então a denúncia feita pelo Jornal, visto que, segundo o vereador, havia um acordo entre os municípios, porém Santo André desistira do acordo, o que inviabilizaria a obra.

Ainda tentando esclarecer, questionamos os vereadores de Santo André se havia sido votado na Câmara algum projeto Lei que doava a área para Rio Grande da Serra. Surpreso, Tiago Nogueira, líder do PT em Santo André, afirmou que não havia nenhuma doação desse gênero e aproveitou os questionamentos do Jornal e remeteu ao Prefeito Aidan Ravin através de um requerimento, há cerca de duas semanas, e aguarda resposta.

De acordo com o Secretário de Assuntos Jurídicos de Rio Grande da Serra, Dr. Oliveira, a decisão da juíza existe, e contrário ao que foi explicado na Câmara de Rio Grande, não foi Santo André que desistiu do acordo, mas sim outro juíz que ao tomar conhecimento do acordo anulou, o que obrigou à prefeitura manobras jurídicas para reverter a decisão.

Ainda de acordo com o Secretário, a decisão foi revertida a favor de Rio Grande e a inauguração da escola não estará ameaçada.

A Tribuna da Serra ainda acompanhará o caso, pois no mês de entrega de importantes obras, Maio, a escola não foi relacionada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: