Empresa de ônibus de Rio Grande da Serra acusa Rigras de sobrepor suas linhas

Talismã diz que empresa de Ribeirão Pires concorre deslealmente no Pq América e Vila Niwa

É sabido que o transporte público é um serviço considerado essencial, de extrema importância, pois otimiza o desenvolvimento de qualquer cidade, bem como facilita o exercício do direito de ir e vir de qualquer cidadão.

Em Rio Grande da Serra empresas de ônibus como a Talismã, Rigras e viação Ribeirão Pires servem a população, percorrendo trechos da cidade para garantir o transporte público.

Porém existe regras de conduta e de direito sobre as linhas e itinerários.

A empresa Talismã, é das empresas que servem o município, a única sediada em Rio Grande da Serra. A Rigras e a Ribeirão Pires, ambas possuem suas sedes em Ribeirão Pires.

Recentemente, através da ação da Promotoria de justiça, foi exigido a regularização da linha municipal, que através de concorrência pública, teve como vencedor, oferecendo o menor custo para o melhor benefício à população, a empresa Talismã, que ganhou o direito de explorar as linhas municipais, servindo os bairros. Com isso, a empresa, legalizada, aumentou o numero de linhas, colocando ônibus até a rua Arujá, na Vila Conde e estuda outros itinerários para serem implantados.

A partir daí, iniciou um confronto entre as duas principais empresas: A Talismã e a Rigras.

A empresa de Rio Grande da Serra reclama que existe concorrência desleal por parte da empresa de Ribeirão Pires, a Rigras.

O QUE DIZ A TALISMÃ

Para o proprietário da Talismã, a empresa de Ribeirão Pires tem sobreposto a linha municipal, ameaçando a viabilidade econômica da Talismã, fazendo as linhas Parque América e Vila Niwa, no qual a Rigras percorre 100% do trajeto.

“Eles saem de Ribeirão Pires e fazem todo o nosso trajeto municipal, muitas vezes correndo feito loucos para passar nossos ônibus e pegar os passageiros. Ganhamos a licitação em 2010 para explorar a linha, e eles que não participaram de nada estão fazendo o serviço e lucrando em nossas costas. Não deixam impostos na cidade e a gente que paga direito nossas contas, dá emprego para a população, ficamos no prejuízo.”, reclama Leandro Ricardo Pereira, diretor da Talismã.

A EMTU, Empresa Metropolitana de Transporte Urbano é a responsável pela gestão e fiscalização das linhas e empresas de ônibus em todo território metropolitano de São Paulo. De acordo com Leandro, a EMTU possui normas que não permitem a sobreposição por longo trajeto entre linhas Intermunicipais e Municipais.

O QUE DIZ A RIGRAS

Entramos em contato com a empresa de Ônibus Rigras, de Ribeirão Pires e disseram estar surpresos com as afirmações e alegam que não há deslealdade por parte da Rigras: “Nos fazemos concorrência proporcionando transporte de qualidade, com bons carros, cumprindo horários, com segurança, bom atendimento, e não fazendo qualquer coisa que possa prejudicar a Empresa Municipal. A Rigras NÃO opera linhas municipais em Rio Grande da Serra.”

Também alegam que operam como empresa permissionária de linha intermunicipal, devidamente Autorizada pelo Governo do Estado, através do órgão Concedente e com plena anuência e aprovação da Prefeitura Municipal de Rio Grande da Serra.

A Rigras também diz que a linha foi autorizada pelo Estado com a aprovação da Prefeitura e que pagam suas taxas ao Estado e finalizam dizendo que a empresa é devidamente regularizada, que opera Linhas Autorizadas pelo Estado e pela Prefeitura, que não esta fazendo nada de errado: “Entendemos que todos tem o direito de manifestar suas opiniões, deixemos que o interesse da população e a legalidade resolva o assunto.»

APOIO DA CÂMARA

Recentemente a Câmara de Vereadores de Rio Grande aprovou um requerimento para intervirem a favor da empresa de ônibus municipal, montaram uma comissão de vereadores e foram até a EMTU, em São Paulo, mas de acordo com Leandro, ouviram um sonoro não para a reivindicação apresentada.

O QUE DIZ A EMTU

A Reportagem da Tribuna procurou a EMTU para esclarecer os fatos.

A EMTU diz que linhas foram definidas em contrato de permissão com a empresa Rigras e de comum acordo com a administração municipal e que obedece ao artigo 39 do Decreto 24.675/86, que dispõe os seguintes limites para caracterizar a sobreposição de linhas:

I. itinerário da linha local coincidente em mais de 50% (cinqüenta por cento) com o da linha metropolitana;

II. linha local coincidente com intervalo máximo de 60 (sessenta) minutos e operação contínua mínima de 18 (dezoito) horas nos dias úteis;

III. comprovação da inviabilidade econômico-financeira da empresa local quanto ao serviço de transporte em face da tarifa da linha metropolitana.

E finaliza reiterando que não considera que as linhas intermunicipais citadas se sobreponham às municipais já que, inclusive, praticam tarifas superiores às municipais

(CLIQUE PARA AMPLIAR)

A BRIGA PODERÁ IR À JUSTIÇA

Para a Talismã, não é possível aceitar tais argumentos, pois é visível que a linha logal coincide em mais de 50% da linha metropolitana. E que há inviabilidade economica para operar nas duas linhas que sofrem sobreposição.

“Apos vencermos a licitação, investimos na compra de mais ônibus, modernos, com acessibilidade para cadeirantes e com TV, não vamos aceitar essa situação e se necessário iremos ao Ministério Público. Estamos aqui há mais de 30 anos e vamos buscar justiça.”, afirma Leandro.

A PREFEITURA SE CALA

Procurada para falar sobre o assunto, visto que a Prefeitura é importante elemento para resolução do problema, não respondeu aos questionamentos.

One Response to Empresa de ônibus de Rio Grande da Serra acusa Rigras de sobrepor suas linhas

  1. Zilda Batista dos Santos disse:

    espero que esta briga não sobre resultado negativo p/ os passageiros,que precisam trabalhar e chegar na hora certa em seus empregos.ja não é justo ter tirado o ônibus do Parque América que ia p/ a vila Conde ésacanagem… Se tem p/ a vila Lópes porque não pode ter p/ a vila Conde ?tem muitas pessoas no Parque América que tem família da vila Conde ,como eu que tenho minha mãe,meus filhos e muitos amigos ,e quando tenho que ir p/ lá até parece que estou indo p/ o interior ou exterior ,sou obrigada pegar 4 condução .isso só é bom p/ o dono da empresa.por isso peço a volta do ônibus do Parque américa p/ vila Conde.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: