Estrutura de esportes de Rio Grande da Serra está lástimável

“É um lugar que não tem dignidade para crianças, jovens nem adultos”, diz Conselheira sobre a Escola de Futebol da Prefeitura.

Sem um projeto consistente voltado aos jovens, a Prefeitura de Rio Grande da Serra é acusada pelo morador Samuel Siqueira Freitas, morador da Vila Arnoud, de oferecer precárias condições para as crianças que fazem a Escolinha de Futebol municipal.

Rio Grande da Serra, diferente de todos os municípios do ABC, é a única que não possui Secretaria de Esportes, existindo apenas um departamento esportivo que notoriamente na cidade não funciona de maneira à promover o esporte e lazer à sua população.

Vinculado à Secretaria de Governo, o departamento de esportes, que atende cerca de 140 alunos, viu vários atletas de Rio Grande da Serra procurarem o município vizinho, Ribeirão Pires, atraídos pela boa organização e estrutura no esporte de lá.

SÃO MUITOS OS PROBLEMAS NO ESTÁDIO TEIXEIRÃO

Dos diversos problemas relatados por Samuel, está a falta de segurança, condições precárias do vestiário e a falta de merenda às crianças.

Contou ainda, para um jornal da região que o instrutor e técnico Fumagali, responsável pelas aulas da Escolinha afirmou que não há obrigatoriedade em oferecer alimentação aos alunos e que as crianças poderiam desfazer as matriculas a qualquer hora.

Segundo a reportagem do Folha, o Ministério Público esclareceu que, por se tratar de aulas de apenas 1h40 minutos, não há a obrigatoriedade de se fornecer alimentação.

Entramos em contato com o Conselho Tutelar, que de acordo com Iolanda Natali, a pedido do Ministério Público, foi feito uma diligência ao local para constatar os fatos: “Constatamos a existência de uma escolinha de futebol, funcionando no estádio e o Sr. Carlos Fumagali, como treinador das crianças.”

Sobre as condições que testemunhou no local, Iolanda explica a gravidade da situação: “As condições realmente são precárias para atender a criança e o adolescente. Não há higiene no local, banheiro há apenas um vaso sanitário, que estava imundo, sem azulejo, sem piso, apenas cimento, três chuveiros com apenas um quente, num cubículo apertado num vestiário completamente inadequado para uso, para as crianças beberem água, precisam se abaixar na torneira de jardim, devido à falta de bebedouro. Grades enferrujadas com pontas levantadas podem ferir quando vão buscar a bola colocando em risco a saúde deles.”, continua, “Tem até refletor querendo cair. Se despencar e acertar qualquer um, pode matar. “, e finaliza, “É um lugar que não tem dignidade para crianças, jovens nem adultos.”

O Conselho Tutelar já enviou o relatório ao Ministério Público, com fotos do local. A partir daí, segundo Iolanda, cabe ao MP tomar as providências daqui por diante.

One Response to Estrutura de esportes de Rio Grande da Serra está lástimável

  1. RICARDO disse:

    eu foço aulas ai é muito ruim mesmo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: