Secretaria de Meio Ambiente não cuida da cidade, nem do próprio quintal.

Quem acompanha as edições do Jornal A Tribuna da Serra, vem há algum tempo se deparando com reportagens, no qual estamos mostrando o estado precário dos bairros, que a Prefeitura de Rio Grande da Serra parece ter esquecido durante estes e outros mandatos de prefeitos que passaram pela cidade.

PARA VER AS REPORTAGENS DOS BAIRROS ACESSE OS LINKS:

1) VILA LOPES https://tribunaacontece.wordpress.com/2011/11/11/vila-lopes-um-bairro-esquecido-pela-prefeitura/

2) VILA CONDE https://tribunaacontece.wordpress.com/2011/10/08/vila-conde-siciliano-e-esquecida-pela-prefeitura/

3) PARQUE DO GOVERNADOR https://tribunaacontece.wordpress.com/2011/11/11/pq-do-governador-sem-manutencao-de-ruas-ha-muito-tempo-e-quem-sofre-sao-os-moradores/

4) VILA CONDE 2 https://tribunaacontece.wordpress.com/2012/03/27/mato-lixo-esgoto-ruas-esburacadas-e-ratos-na-vila-conde/

5) VILA ARNOUD https://tribunaacontece.wordpress.com/2012/03/27/tambem-esquecida-a-vila-arnoud-em-rio-grande-tem-mato-alto-lixo-ratos-e-falta-espaco-para-lazer/

6) VILA ALBANO https://tribunaacontece.wordpress.com/2012/03/27/viela-das-promessas-nao-cumpridas-e-o-que-dizem-os-moradores-da-vila-albano/

O problema epidêmico de ratos e insetos, no qual diversos moradores de vários bairros reclamam constantemente, foi possível constatar a partir do próprio quintal da Vigilância Sanitária, que através de fotos, mostramos um verdadeiro lixão, onde deveriam “primar” pela limpeza.

Mas outras obrigações da Vigilância Sanitária, acabam impedidas, segundo relato de funcionários da Saúde, pelo próprio Secretário da pasta, onde relataram que as multas aplicadas à Padarias imundas, com ratos e baratas, são simplesmente rasgadas e eliminadas pelo Secretário, que ainda ordenaria para não aplicarem punições.

Para quem não sabe, a Vigilância Sanitária fica sob o comando da Secretaria de Saúde da cidade.

Outro problema é o da conservação dos próprios bairros, que estão sendo engolidos pelo mato, buracos, lixos, entulhos, além de não proporcionarem espaço de lazer adequados.

Hoje estivemos no CSU – Centro Social e Urbano, onde a intenção era prestigiar o esforçado futebol feminino, no qual fomos impedidos, em retaliação à última matéria em que mostramos o sistema “falido” do esporte na cidade.

Porém, vimos um espaço que, deveria servir de lazer à população mas, com a conservação precária, onde o mato também avança sobre as estruturas do local, deixa a pergunta: Por que ocupar um local onde não se pode manter em condições adequadas para uso?

Neste caso, estamos falando da Secretaria de Verde e Meio Ambiente de Rio Grande da Serra, que mantém sua sede no CSU e, pelo que observamos, as condições do local respondem as perguntas de o porquê esta Secretaria não funciona, não combate os crimes ambientais e não cumpre sua função adequadamente. Fica notório que sequer conseguem cuidar de seu quintal também.

Hoje entendemos a razão do Secretário de Meio Ambiente, Anderson Guijarro, fugir de nossa equipe sempre que a avista, não importa onde esteja.

VEJAM AS IMAGENS DO ABANDONO

Até a lixeira é vítima do mato alto.

O mato toma conta da entrada do CSU (novo ângulo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: