Pacientes ficam sem atendimento em Rio Grande. Ninguém encontrava as chaves

Não bastasse a Saúde Pública de Rio Grande da Serra ser classificada em penúltimo lugar, na região do ABC, com problemas de atendimento, falta de médicos e remédios, a maré ruim sempre apresenta mais algum problema.

Foi o caso da manhã do dia 16 de Abril, onde a clínica de especialidades médicas, o CEME, esteve com suas portas fechadas até quase as 10 horas, porque ninguém encontrava a chave.

Dezenas de pacientes foram se aglomerando, segundo informações, à porta da clínica, com consultas marcadas com antecedência, para saírem frustrados, sem atendimento.

De acordo com informações de funcionários, a chave foi entregue no final de semana para outro servidor, também da saúde, que deveria no Domingo ter retirado cadeiras da Clínica para serem levadas à um evento político, mas nem as cadeiras foram retiradas e nem a chave foi devolvida.

Contou ainda que alguns atendimentos, de acupuntura, foi realizado do lado de fora, e depois de tanto esperar, a médica resolveu ir embora deixando o restante dos pacientes sem atendimento: “Só conseguimos abrir quase as 10h. deveríamos estar abertos desde às 6h.”, contou.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: