Érica Serra: uma conversa franca com a gatíssima que representará Rio Grande no concurso miss ABCD

Ela foi Miss Rio Grande da Serra em 2011, e agora representará a cidade no concurso Miss ABCD 2013.

Vencer este desafio, como ela mesmo diz, que não tem espaço para segundo colocado, só a vitória abre as portas para o tão sonhado Miss São Paulo.

Inteligente, educada, dona de um belo corpo e ainda por cima um rosto de beleza encantadora, Érica Serra, com seus 20 aninhos conta como foi o caminho para chegar ao Miss ABCD, e suas expectativas para o futuro.

Tribuna: Antes de ser miss Rio Grande da Serra, você já havia chegado próximo, com a conquista do miss Simpatia, em 2008, qual foi a diferença sentida destas duas conquistas?

Erica Serra: Quando eu fui miss Simpatia, fiquei em 4° lugar e já surgiram alguns eventos, que participei, depois, em 2009, passei a corôa e fiquei tranquila em 2010, para voltar a concorrer novamente em 2011, quando fui eleita. Quando se ganha o primeiro lugar, as atenções e o prestígio é muito maior, e com isso a responsabilidade com sua imagem e da cidade que você representa.

Tribuna: E hoje, depois de passar a corôa?

Erica Serra: Até hoje me reconhecem como miss, independente se eu passei a corôa ou se há novas misses, como a eleita deste ano, a Natália, que gosto muito.

Tribuna: Você vive do trabalho resultante da conquista de miss, como contrato de desfiles, fotos etc?

Érica Serra: Não, esse trabalho proveniente do título de miss é eventual.

Tribuna: E como é trabalhar em outra atividade, necessária para o sustento, e eventualmente fazer aquilo que é o verdadeiro sonho, que é ter uma carreira no mundo artístico, do desfile e tantas outras possibilidade, que engloba o mercado da beleza feminina?

Érica Serra: É complicado. Quando eu era miss Rio Grande tive bastante compreensão do pessoal da organização. Eles entendem que a gente trabalha. Eu trabalho e faço faculdade e para o miss ABCD está super corrido, é complicado conciliar. É um sonho, e as vezes dá vontade de largar tudo para seguir a carreira de modelo, mas não é simples assim, pois até para começar uma carreira dessa é difícil.

Tribuna: E qual o segredo, dá pra conciliar?

Érica Serra: Dá pra conciliar sim. Procuro direcionar a minha agenda sempre para os finais de semana e quando tem alguma coisa no meio de semana, tento conversar com os chefes, tento contar com a compreensão deles, mas é complicado porém é possível.

Tribuna: Você já perdeu boas oportunidades, por conta de não dar para “ajeitar” a agenda?

Érica Serra:  Ah, já perdi sim, mas entendo que o trabalho que tenho é importante, é o que permite cumprir com minhas obrigações financeiras. Nessa hora a gente tem que brecar e dizer: Agora não vai dar.

Tribuna: O que mudou na cabeça da Érica, da primeira vez que conquistou o miss Simpatia, para agora, depois de ser miss Rio Grande?

Érica Serra: Em 2008 posso dizer que, mesmo sendo 4ª colocada, o título de miss Simpatia subiu para cabeça. É uma coisa deslumbrante, porque você quer que todo mundo saiba que você venceu, mas o negócio sobe tanto que você até esquece que você não foi a miss, vendedora do 1° lugar. Não estou desmerecendo quem ocupa as colocações abaixo do 1° colocado, mas é totalmente diferente. Lembro que não nos comportávamos corretamente em eventos, tudo era muito novo pra gente. Quando eu resolvi participar novamente do concurso, entrei com outra cabeça, focada, sabendo da responsabilidade e procurando fazer tudo da maneira correta. É a partir daí que você vê as mudanças acontecendo.

Tribuna: E o que mudou?

Érica Serra: Sua cabeça muda, sua atitude muda. Quando eu sei que tenho um evento, eu não saio no dia anterior, para não ter resultados negativos. Eu sei como tenho que sentar, como tenho que falar. Porque é a minha imagem e na época era a miss Rio Grande e eu estava representando uma cidade. Então aprendi que quando se quer algo, tem que correr atrás e ter foco

Tribuna: Como foi sua entrada no miss ABCD?

Érica Serra: O miss ABCD é um concurso oficial, classificatório para o miss São Paulo, portanto a organização é totalmente diferente do miss Rio Grande. Existe uma pré-seleção pela internet, onde resulta numa entrevista, com a Luciana Sola, da agencia Lumega e daí avaliam se você tem o perfil adequado para um concurso oficial.

Tribuna: Qual é o perfil para o miss ABCD? É o de top model ou outro perfil de beleza, característico em misses?

Érica Serra: O foco do miss ABCD não é top model, magra e alta, mas sim uma mulher, que consiga representar todo o ABC no miss São Paulo. tem que ter mais do que corpo, cabelo e rosto, tem que ter uma postura interior e exterior de miss. Quem tiver esse melhor conjunto se tornará miss ABC

Tribuna: Qual seu curdo na faculdade?

Érica Serra: tecnologia da informação

Tribuna: Se hoje aparecesse a oportunidade para seguir carreira, qual seria sua decisão, entre trabalho que te sustenta e o sonho que você tem?

Érica Serra: É uma decisão difícil, mas a oportunidade teria que estar muito concreta, em contrato com termos seguros eu poderia pensar em abrir mão do emprego pelo sonho, só não abriria mão dos estudos, que levo muito à sério.

Tribuna: Como surgem trabalhos para você, e quais você costuma fazer?

Érica Serra: Na realidade surgem, pois não tenho condições de buscar e não tenho um agente, que cuide disso. Mas surgem alguns desfiles de moda e eventos.

Tribuna: Como está sendo a rotina de preparação para o miss ABCD?

Érica Serra: Desde o começo de Agosto que estamos correndo, prova de vestidos, fotos e filmagem e agora iniciam os ensaios, em São caetano, numa academia de dança por todos os finais de semana e feriados do mês de Setembro. ensaiam eu mais 33 meninas. Fomos escolhidas de uma seleção de mais de 300 inscritas.

Tribuna: Como você cuida do seu corpo?

Érica Serra: Olha, vou confessar que sou baladeira, e nunca fui de frequentar academia. porém sempre fiz capoeira, que ajuda bastante a manter o corpo. Mas agora que temos ensaios, assim como se tivesse qualquer outro trabalho, eu paro com balada, com tudo e mantenho o foco.

Tribuna: Está solteira?

Érica Serra: Sim, estou solteira. Mas com a cabeça voltada para o miss, (risadas) estou tranquila.

Tribuna: Mas para os sonhadores de plantão, qual a qualidade que você leva em consideração, para se interessar por alguém?

Érica Serra: A sinceridade e o companheirismo são dois pontos muito fortes. E quanto à beleza, eu olho muito mais pelo interior das pessoas, do que pelo exterior.

Tribuna: Quando será o concurso miss ABCD?

Érica Serra: Será no dia 29 de Setembro, no teatro de São Caetano, a partir das 18 horas, e ainda terá votação pela internet. A menina mais votada pela internet, entra como finalista, mesmo que ela não tenha sido escolhida pelos jurados. Para a votação na internet, é a partir de 19 de setembro, pelo site da agencia Lumega – http://www.agencialumega.com.br.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: