HOMEM TENTA SE MATAR DENTRO DO INSS DE RIBEIRÃO PIRES

26 de junho de 2013

DesesperoHomem ameaça atear fogo ao próprio corpo em protesto contra INSS

Imagem
Policiais conseguem conter Samuel e evitam um suicídio

Diante da recusa do INSS em continuar oferecendo seus benefícios, o caseiro Samuel Carlos Amario da Silva, 39 anos, morador do Parque Aliança, Ribeirão Pires tomou uma atitude extrema. Ele entrou na agência do INSS, localizada na Avenida Kaethe Richers, nesta quarta-feira, 26, quando ameaçou colocar fogo em seu próprio corpo. A atitude desesperada era para sensibilizar o INSS para rever sua situação. Com a decisão de que deverá voltar ao trabalho, mesmo sem condições físicas, a instituição cancelou sua ajuda financeira. Samuel teve os benefícios cancelados mesmo tendo perdido a mão esquerda, num acidente, o que o impossibilita de exercer suas funções de caseiro.

Samuel entrou na agência, e depois de tentar resolver seu problema, acabou jogando álcool em seu corpo e com um isqueiro não mão, ameaçava atear fogo.

Policiais civis foram os primeiros a chegar ao local e na sequência vieram os policiais militares, que acionaram a ambulância para um possível resgate, caso Samuel atentasse contra sua própria vida.

O chefe dos investigadores da Polícia Civil, junto com os policiais militares, conseguiu convencer Samuel a interromper seu protesto. Para se entregar, Samuel pediu a presença de um jornalista para acompanhar as negociações e denunciar seu caso.

Para acompanhar as negociações, o repórter Túlio Russell, do Jornal Tribuna Acontece , acompanhou de perto o momento em que Samuel se entregou, mediante a garantia da gerente da agência do INSS de rever o caso. Ambos foram à Delegacia de Ribeirão Pires, onde registraram Boletim de Ocorrência.

Imagem
Policiais conversam com Samuel, após convencê-lo a desistir de atear fogo em seu próprio corpo
Imagem
O homem, sem a mão esquerda, se revoltou por não conseguir se aposentar